47 3387-7900    Atendemos em todo Brasil

Desmatamento na Amazônia caiu 21% em um ano

No período de um ano, o desmatamento na Amazônia Legal caiu 21%, interrompendo uma sequência de cinco anos consecutivos de aumento da devastação. Entre agosto de 2016 e julho de 2017, foram destruídos 2.834 km² de florestas. No mesmo período, um ano antes, o índice havia sido de 3.580 km² . O monitoramento, não oficial, é do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

De acordo com o pesquisador sênior do Imazon, Paulo Barreto, o principal fator que explica a redução da devastação florestal é a queda no preço do gado. “Diversos estudos mostram uma forte correlação entre o preço do gado e as taxas de desmatamento. Os preços mais altos estimulam a devastação para a abertura de pastos”, disse.

Segundo Barreto, no período correspondente à queda no desmatamento, o preço do gado era o mais baixo dos últimos 20 anos. “A queda no preço, aliada à recessão e ao fechamento de alguns frigoríficos na Amazônia, explica essa queda.”

Continue lendo